Associação dos Amigos da Arte de São Paulo - SOCIARTE

A SOCIARTE nasceu por iniciativa e idealismo de um grupo de colecionadores e apreciadores de arte que se encontravam com freqüência em exposições, museus, leilões e outros eventos ligados à arte em geral e surgiu a idéia da constituição de uma associação de colecionadores.

No dia 25 de janeiro de 1969, enquanto a cidade de São Paulo comemorava seus 415 anos de fundação, esse grupo, composto de trinta colecionadores, já amigos, realizava a primeira reunião para constituir, oficialmente a Sociedade dos Amigos da Arte de São Paulo - SOCIARTE. Nessa mesma reunião foi aprovado o Estatuto Social e eleita a primeira Diretoria.

A idéia prosperou. e a SOCIARTE entidade cultural, sem fins lucrativos, declarada de utilidade pública pelos governos municipal e estadual, tornou-se conhecida e respeitada pelo muito que vem realizando em prol da arte e da cultura de São Paulo e do Brasil, pelas exposições que realiza e também pela variedade de livros e catálogos que edita, enriquecendo a bibliografia artística brasileira, trazendo a público artistas, obras, fatos e imagens, muitas vezes desconhecidos.

A SOCIARTE vem colaborando com várias instituições culturais e órgãos governamentais, disponibilizando sua Biblioteca para consulta, prestando assessoria e intermediando o empréstimo de obras do acervo de seus associados.

A SOCIARTE realiza exposições específicas, de grande importância, em sua sede social e em outros espaços culturais, expondo peças do acervo de seus associados e de convidados, permitindo que o público interessado conheça importantes raridades relacionadas à nossa cultura e à história da arte. Com freqüência, obras dos associados da SOCIARTE estão presentes em grandes e importantes exposições realizadas em todo o Brasil.

Promovemos cursos de pintura e desenho que foram ministrados por reconhecidos artistas plásticos e professores: de 1996 a 1998 por Alfredo Rocco; em 2000 e 2001 por Gladys Maldaun; em 2006 por Alexandre Reider e em 2008 e 2009 por Martins Porangaba.